Tel: (31)  9 9931 8840 - brunopucminas@gmail.com

BH - Minas Gerais - Brasil

Etapas Para Captação de Recursos

Etapa 1 – Conhecer detalhadamente a cultura, história, integrantes e pessoas envolvidas, projetos e ações, contrato social/estatuto, parcerias, pontos positivos e negativos, objetivos e metas da associação/empresa.

 

Etapa 2 – Adequação jurídica, contábil, marketing administrativa e comercial da empresa para aprovação de projetos, captação de recursos diretos, via leis de incentivos ou verbas públicas.

 

Etapa 3 – Elaboração e aprovação de projetos e estruturação da empresa dentro do perfil mercadológico a tornando atrativa aos investidores.

 

Etapa 4 -  Captação de Recursos, acompanhamento das ações, da prestação de contas e divulgação dos resultados.

As leis de incentivos são formas de oferecer benefício fiscal (à pessoa física ou jurídica) como atrativo para investimentos em cultura, esporte, social, saúde entre outros mais.

Existem hoje leis de incentivo federal, estaduais e municipais.

Dependendo da lei utilizada, o abatimento em impostos pode chegar até a 100% do investimento.

As leis federais oferecem isenção no Imposto de Renda das pessoas físicas ou jurídicas. Já as estaduais proporcionam isenção de ICMS e as municipais, de IPTU e ISS.

Conheça o Processo de Isenção Fiscal 

1- Para usufruir da lei primeiramente o órgão do governo responsável pela aplicação da lei precisa aprovar o projeto apresentado, para que ele se beneficie da lei de incentivo. 
2- Depois da aprovação, entramos em fase de captação - contato com as empresas que queira patrocinar o seu projeto e estejam aptas para tal. 
3- Fechado o patrocínio, a empresa fornece o dinheiro para a realização do projeto. Esse dinheiro (ou parte dele) voltará para a empresa em forma de abatimento de imposto na hora do pagamento do tributo (Imposto de Renda, ICMS ou IPTU/ISS, dependendo da lei utilizada).
Para aprovar um projeto é preciso entrar em contato com o órgão que regulamenta a lei (que pode ser estadual ou municipal ou federal) e ver quais são os parâmetros exigidos para a sua área especificamente (dança, teatro, música, audiovisual etc).
Algumas Dicas
• É necessário saber que captação é um processo difícil, que envolve tempo e dinheiro, além de conhecimento sobre o mercado. Não adianta oferecer uma temporada de música lírica para uma marca de roupas infantis, muito menos oferecer um projeto com orçamento fora dos padrões da empresa inicialmente escolhida.

• É importante preparar o projeto de modo a que ele se adeque perfeitamente aos patrocinadores desejados.
• Fazer os contatos certos e estarem prontos para responder todas as eventuais dúvidas com datas, prazos, valores, plano de mídia, detalhes sobre a lei na qual seu projeto está inscrito e aprovado.

Obs: Lembre-se de que é muito difícil uma empresa voltar a abrir as portas para um projeto que chegou até ela com deficiências e amadorismos.

• Algumas empresas preferem associar suas marcas à restauração de patrimônios históricos, enquanto outras preferem patrocinar o Carnaval. Mas o critério comum é que todas elas buscam algum tipo de retorno, seja institucional ou de vendas.